​Comissão de Finanças discute obras nos equipamentos de saúde e moradia popular
19 de Abril, 2018
Sem matérias para discussão na ordem do dia, vereadores abordaram questões de relevância para o município

A Comissão de Finanças, Orçamento, Obras, Serviços Públicos e Desenvolvimento Urbano realizou a 11ª Sessão semanal do ano nesta quarta-feira (18/4). Sem matérias para deliberação na ordem do dia, os vereadores discutiram o andamento das obras de equipamentos públicos da saúde e a fiscalização da transferência de propriedade de moradias populares.

O vereador Mário B. Silva deu início aos debates para falar sobre visita à UBS (Unidade Básica de Saúde) Arara dos Mori. “Faz tempo que a população aguarda por melhorias nas dependências da unidade. Estive no local e, em seguida, questionei o chefe de Divisão de Obras Públicas, Luiz Roberto Lisa Sanches, sobre a ausência de operários trabalhando na reestruturação do prédio. Como resposta, fui informado de que oito obras estão sendo executadas pela empresa no momento, sendo impossível ocupar dois lugares ao mesmo tempo”, disse o vereador.

Na reunião, os vereadores solicitaram o envio de convite para que à secretária Municipal de Saúde, Marina de Fátima de Oliveira, compareça à próxima sessão semanal para tratar das obras nas unidades básicas de saúde, que estão à cargo da Secretaria de Obras.

A munícipe Kátia Alves Trindade compareceu à reunião da Comissão à convite da vereadora Fabiana Alessandri para falar sobre o atendimento na Secretaria Municipal de Habitação aos interessados em informações sobre moradia popular. “Há muito tempo venho lutando por moradia em Bragança Paulista. Resido no município há 20 anos, tenho um filho autista, meu marido é impedido de trabalhar por questões de saúde e ao buscar esclarecimentos na Prefeitura não me senti ouvida, sendo informada apenas de que não tem previsão para novos sorteios de imóveis”, destacou Kátia.

Na manifestação Kátia questionou os vereadores sobre imóveis viabilizados por meio de programas sociais, como o Minha Casa Minha Vida e CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), que estão desocupados ou são vendidos por mutuários.

O presidente da Comissão, o vereador Sidiney Guedes, disse que vai encaminhar a documentação do atendimento ao secretário Municipal de Habitação, Antonio Paulo de Oliveira Armando, para que ele resolva a quetão junto à Caixa Econômica Federal e ao CDHU.

Composta pelos vereadores Sidiney Guedes (presidente), Fabiana Alessandri (vice), Marco Antonio Marcolino, Mario B. Silva e Tião do Fórum a comissão volta a se reunir na próxima quarta-feira (25/4), às 8h. A sessão pode ser acompanhada presencialmente ou por meio do site www.camarabp.sp.gov.br. Também há possibilidade de participar enviando questionamentos durante a sessão para o e-mail (dci@camarabp.sp.gov.br) ou pela página do Facebook da Câmara (www.facebook.com/camarabragancapaulista).