​Audiência Pública discute título de ‘Capital do Atletismo’ para Bragança
06 de Setembro, 2019
Representantes da Confederação Brasileira e Paulista de Atletismo, atletas, autoridades, comerciantes e munícipes estiveram presentes

Na noite desta quinta-feira (5/9), a Câmara Municipal de Bragança Paulista realizou audiência pública para debater com a comunidade a possibilidade do município se tornar a Capital Nacional do Atletismo. A proposta foi apresentada ao Legislativo por meio do vereador Marco Antonio Marcolino e será encaminhada ao Senado. Bragança é a sede da CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) desde 2017, o que tem atraído cada vez mais atletas e treinadores de ponta para o município, além de sediar as principais competições nacionais da modalidade.

Com auditório lotado, participaram dos debates Joel Oliveira, Presidente da Federação Paulista de Atletismo, Warlindo Carneiro, Presidente da CBAt, os secretários municipais Carlos Alberto Souza (Esportes) e Marcos Tasca (Governo), o medalhista olímpico Sanderlei Parrela, Thaís Otoni, representando o deputado federal Vanderlei Macris, além dos vereadores Marco Antonio Marcolino, Ditinho Bueno do Asilo, Paulo Mário Arruda de Vasconcellos e a presidente Beth Chedid, que conduziu os trabalhos. Atletas, treinadores, representantes do setor hoteleiro, comércio local e munícipes também acompanharam a audiência.

De acordo com os atletas e representantes da CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo), Bragança já detém esse título mesmo sem a oficialização por meio da lei. “Passando ou não no Senado, não deixaremos de chamar Bragança de a capital do atletismo brasileiro. Essa audiência é muito importante para consolidar nossa vontade, que também é a vontade do povo bragantino, que nos abraçou de forma espetacular, um povo muito hospitaleiro”, afirmou o presidente da CBAt, Warlindo Carneiro.

O presidente da Federação Paulista de Atletismo, Joel Oliveira, endossou a opinião de Carneiro. “Independente do título ou não, a história do atletismo brasileiro já foi escrita aqui. O primeiro homem que correu abaixo dos 10 segundos bateu essa marca em Bragança. Não podemos deixar uma história dessas não ser escrita como deve ser. O atletismo é a representação máxima do ser humano buscando seu aprimoramento. Cumprimento a preocupação da cidade em buscar esse título, mostra que vocês estão pensando no futuro. O atletismo lida com limites, lidamos com aquilo que ainda não foi feito, essas marcas trazem perspectiva. Trazer o atletismo para se consolidar em Bragança é trazer perspectivas para as crianças e toda cidade”, disse.

O vereador Marco Antonio Marcolino comentou o motivo da audiência. “Não escondo minha emoção e felicidade em ter todos aqui. Esse debate quer colher subsídios para que possamos encabeçar, através da senadora Mara Gabrilli, um projeto que transforme a cidade oficialmente em capital nacional do atletismo. Essa audiência é de suma importância para colher os dados necessários”, explicou. “Tivemos essa ideia pela presença da CBAt na cidade, tudo o que o atletismo representa para nosso comércio, turismo, além da participação e envolvimento social, através dos projetos desenvolvidos com nossas crianças e jovens. Bragança hoje vive um momento extremamente importante no cenário esportivo nacional. Queremos fortalecer e dar todo apoio necessário para convalidar esses encaminhamentos”, disse.

Os representantes do Executivo e os ex-atletas Sanderlei Parrela e Sara Romani detalharam o trabalho social realizado por meio do atletismo. Diversas ações tem sido realizadas em parceria com o a Administração, como o Atletismo na Escola e o Atletismo na Rua. O principal objetivo é despertar o conhecimento sobre as modalidades do atletismo, incentivar a prática esportiva e transmitir valores às crianças e jovens.

Para os representantes do comércio e rede hoteleira, a presença da CBAt tem movimentado a cidade em diversos aspectos, especialmente nos períodos de competições. O título de capital do atletismo foi visto com bons olhos, como forma de alavancar ainda mais investimentos para melhoras na infraestrutura turística e movimentar a economia local.

A presidente Beth Chedid encerrou a audiência comentando que “vemos uma preocupação grande do prefeito para trazer mais redes hoteleiras e garantir ainda mais possibilidades de hospedagem para os grandes eventos que tem ocorrido aqui. Quero enaltecer o trabalho do Marcolino”. “Acompanho a luta diária dele com vocês para proporcionar melhores condições para o atletismo e a CBAt em geral. Agradeço a Sara, Sanderlei e os demais envolvidos por tudo que tem feito por nossas crianças”, disse. Em seguida brincou, alegando que todos já ‘beberam da biquinha’, ou seja, já são bragantinos, reafirmando que a lei concedendo o título será uma formalidade para algo que já está estabelecido para cidade e atletas.

O material levantado durante a audiência, além de outros dados fornecidos pela CBAt e projetos desenvolvidos com as crianças e adolescentes na cidade serão encaminhados à senadora Mara Gabrilli, para que o projeto possa ser oficialmente apresentado ao Senado.