Marcus Valle questiona mudanças na coordenação do programa IST/AIDS
22 de Agosto, 2019
Vereador defendeu trabalho de excelência realizado no município e criticou a troca

O vereador Marcus Valle solicitou, na sessão desta terça-feira (20/8), a reconsideração sobre a troca da coordenação do programa municipal IST/AIDS e Hepatites Virais. A mudança foi anunciada pelo Executivo nesta segunda-feira.

“Reconheço que o Executivo tem todo o poder de admitir e demitir qualquer funcionário de sua confiança. Como vereador, porém, tenho direito de comentar o mérito. A demissão da senhora Tânia Maria Guelpa Clemente deste cargo, na minha opinião, no mérito, é desastrosa. Todos sabem o excelente trabalho que ela realiza”, afirmou.

Marcus comentou ainda que a profissional esteve por diversas vezes na Casa Legislativa, sendo elogiada por todos os vereadores. “Independente de preferências partidárias, pendências políticas, não vi nenhuma atitude dela no sentido de ferir a confiança da Administração, de chegar a fazer crítica política, etc. Ela tem um posicionamento técnico. Peço a reconsideração do prefeito nessa demissão. Chegaram a me pedir que fizesse uma moção nesse sentido [recontratação de Tânia], não constrangeria os meus colegas nesse ponto para ser favorável ou contra. Também não contesto a legalidade da demissão, só acho que ela [Tânia] suplanta essas questões políticas por sua capacidade técnica, pelo tempo que exerce essa atividade”, defendeu.

Na sequência, o vereador comentou a recente entrega de órteses e próteses realizada pela Administração. “Todos receberam o convite da Secretaria de Saúde para esse evento. Vou ser equilibrado em meu comentário, acho que a Prefeitura tem que mostrar o que faz, cumprir com o princípio da transparência, o contribuinte tem o direito de saber o que acontece com seus impostos, a população de saber, para poder cobrar também, mas temos que zelar para não expor as pessoas. Temos que ter o cuidado do ‘8 ou 80’. Quero manifestar que isso não deve se tornar uma exposição, tem gente que pode até gostar de tirar a foto lá, mas tem gente que não gosta”, finalizou.