​Ditinho Bueno do Asilo alerta para oportunidades de emprego
09 de Agosto, 2019
Vereador citou esforços da Administração e busca por articulações para trazer mais empregos ao município

Em sua fala na sessão desta terça-feira (6/8), Ditinho Bueno do Asilo citou o empenho da Administração em trazer novos postos de empregos para Bragança Paulista, demanda recorrente da população. O vereador citou os recentes concursos públicos oferecidos pela Prefeitura e também as novas vagas para Polícia Militar, abertas pelo Governo do Estado.

“Estamos sempre batendo nesta tecla de aumento das possibilidades de empregos pra cidade. Vamos somando uma série de ações importantes nesse sentido. Ontem tive a oportunidade de participar da posse de mais 97 professores que vão servir a população de Bragança Paulista. Além deles, ainda tivemos o concurso de domingo, em que a Prefeitura colocou diversas vagas a disposição. Serão quase 90 contratados”, iniciou.

Após citar os feitos da Administração, Ditinho alertou a comunidade sobre o concurso da Polícia Militar, que oferece mais de 2700 vagas para todo estado. “As inscrições vão do dia 3 até 15 de agosto, pelo site da Vunesp, por R$ 50,00. É uma oportunidade para os jovens entre 17 e 30 anos”, comentou.

O vereador explicou que a Administração tem se esforçado em realizar articulações políticas na busca de mais vagas e abertura de empregos na cidade. Ele espera que o trabalho possa dar os frutos necessários para atender a demanda da população.

Ao fim de sua manifestação, citou duas demandas. Em primeiro lugar se dirigiu à Sabesp, cobrando que tome providências emergenciais para evitar o despejo de esgoto no espelho d’água do Parque Ecológico no Tanque do Moinho. Em seguida parabenizou o vereador Moufid pela atuação junto ao HUSF e câmaras municipais da região, para trazer o tratamento oncológico para o município. Ditinho cobrou que a população da região apoie a causa e possa se mobilizar em campanhas e ações para angariar fundos para que o serviço ocorra da melhor maneira possível, como no caso do Hospital do Amor em Barretos.