28 de Março, 2018

Comissão de Educação e Saúde recebe a secretária Kátia Daidone

Vereadores ainda emitiram parecer favorável para aprovação de dois projetos de lei

A Comissão de Educação e Cultura, Esporte, Saúde, Saneamento e Assistência Social realizou a 8ª Sessão semanal do ano, na quarta-feira (28/03). Na ocasião os vereadores receberam a visita da secretária Municipal de Educação, Kátia Daidone, que falou sobre entrega de uniformes, reforma em unidades de ensino da zona rural e creches. Na ordem do dia, os membros da Comissão emitiram parecer favorável para a aprovação dos projetos de lei 05 e 06/18.

A secretária Kátia Daidone deu início à explanação informando aos presentes que a Administração já efetuou a entrega de 68% dos kits de material escolar dos alunos matriculados na rede municipal. “O prazo contratual para a entrega era até o dia 13 de março, mas acreditamos que logo após o feriado todos os kits tenham sido entregues. Nós já comunicamos o atraso ao Departamento Jurídico da Prefeitura, que notificou a empresa contratada”, explicou Kátia.

Em resposta ao questionamento da vereadora Rita Leme, sobre o acolhimento de alunos com necessidades especiais na rede, a secretária Kátia Daidone informou que para o ano letivo, o município conta com 256 alunos com necessidades especiais.“Atuamos com uma equipe de técnicos, psicólogos, psicopedagogos e fonoaudiólogos, que acompanham o desenvolvimento de crianças e jovens com laudos médico de Síndrome de Down, autismo, paralisia cerebral, surdez, deficiência intelectual, no contraturno escolar”, explicou.

Sobre a presença de estagiários em sala de aula, Kátia afirmou que todos são acompanhados por professores responsáveis pelas turmas. “Quem desenvolve o trabalho pedagógico é o professor, com o auxílio do estagiário. Vale destacar que todos são estudantes de pedagogia e a atuação em sala de aula faz parte do processo de aprendizagem para a formação de futuros professores. No município promovemos a capacitação dos estudantes a cada quinze duas, com a abordagem das dificuldades enfrentadas em sala de aula”, completou Kátia.

Presente na reunião semanal da Comissão, a vereadora Beth Chedid indagou a secretária sobre as ações para a Semana Municipal de Conscientização sobre o Combate ao Bullyng. “Trata-se de um tema muito sério, por isso contratamos uma empresa que ministrou a formação para 69 gestores da rede municipal, com propostas para serem trabalhadas com pais e alunos. Todas as escolas também farão uma programação direcionada ao tema, e no dia 5 de abril vamos ofertar uma palestra para 400 profissionais da área no NAPA (Núcleo de Apoio ao Professor e ao Aluno)”, disse a secretária.

Kátia também falou de ações de prevenção contra a violência e o combate as drogas. Segundo a secretária, o município atua em parceria com o Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas), com a oferta de formação para alunos a partir do quinto ano.

Sobre a entrega de novas unidades e readequação de escolas na zona rural, Kátia mencionou que a fila de espera para vaga nas creches do município conta com 600 crianças. “A procura por creche é muito grande, foram perdidos convênios nas últimas gestões que prejudicaram a inauguração de novas unidades, mas posso informar que a Creche Padre Aldo Bolini está com 37% das obras executadas, a unidade do Jardim Vista Alegre está 50% construída e em breve será retomado o trabalho na Creche Saada.”

O vereador Ditinho Bueno do Asilo também participou da reunião. O vereador mencionou as visitas do Programa Vereador Na Escola, solicitou melhorias nas escolas da zona rural e pediu a readequação do prédio da antiga Escola Scyla Medici em creche para as crianças do Jardim Recreio.

“As escolas da zona rural são uma preocupação da Administração, e merecem o mesmo cuidado que as unidades instaladas na área urbana. Temos um cronograma de trabalho, fizemos a compra de cinco mil carteiras com o compromisso de enviar às unidades do campo mobiliário novo e não o que vai deixar de ser utilizado em outras escolas. Sobre o prédio da antiga Escola Scyla Medici, devo informá-los que está sendo utilizado temporariamente para o armazenamento de material pedagógico, mas existe um planejamento para que seja feita a readequação física do local, que será transformado em mais uma creche”, concluiu a secretária.

Ordem do dia

Relator de projeto de lei 5/18, o vereador Natanael Ananias deliberou pela aprovação a matéria de autoria do vereador Tião do Fórum, que estabelece a cobrança de 100 (Unidade de Valor Municipal), equivalente a R$ 325,61 para pessoas flagradas comercializando ou fazendo uso de produtos que produzam espumas ou similares, na passarela e nas proximidades de locais onde se realizam os desfiles carnavalescos.

O segundo texto aprovado, pl 06/18, é de autoria do vereador João Carlos Carvalho, e propõe a instituição do Dia Municipal da Conscientização da Síndrome de Down, a ser comemorado anualmente no dia 21 de março. “O dia mundial foi criado para que as pessoas possam ter voz e seus direitos sejam atendidos. O objetivo de estabelecer uma data é melhorar a vida das pessoas com Síndrome de Down e contribuir para uma maior conscientização”, destacou a relatora Rita Leme.

Composta pelos vereadores Natanael Ananias (presidente), José Gabriel (vice), Antonio Bugalu, Dr. Claudio e Rita Leme, a Comissão volta a se reunir na quarta-feira (4/4), às 9 h, na Câmara Municipal (Praça Hafiz Abi Chedid, 125, Jardim América). Os trabalhos podem ser acompanhados pela internet, no site www.camarabp.sp.gov.br. Também há possibilidade de participar enviando questionamentos durante a sessão para o e-mail (dci@camarabp.sp.gov.br) ou pela página do Facebook da Câmara (www.facebook.com/camarabragancapaulista.

a gente guarda estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação, saiba mais em nossa política de privacidade.

Entendi!