22 de Março, 2018

Vereadores debatem solicitações para Saúde e Educação

Membros da comissão permanente que trata destas demandas buscam aproximação com o Executivo para apresentar respostas mais rápidas aos munícipes

Durante a sessão semanal da Comissão de Educação e Cultura, Esporte, Saúde, Saneamento e Assistência Social, realizada nesta quarta-feira (21/3), os vereadores discutiram problemas da Saúde e Educação. Para trazer respostas mais rápidas à população, a Comissão pretende realizar reuniões com as secretárias das duas pastas. No caso da Saúde, os vereadores irão manter agenda mensal com a secretária Marina de Oliveira. Para secretária Kátia Daidone, de Educação, será enviado o convite para que participe de uma das sessões da comissão.

Sem matérias para análise, o presidente Natanael Ananias foi quem iniciou a discussão das demandas. “Recebi uma reclamação no posto de saúde da Vila Aparecida. Fui informado de que a marcação para exames está sendo realizada em apenas um dia, o que gera uma fila enorme. Estive lá e constatei que o fato procede”, expôs.

O vereador explicou que está ciente da mudança da coleta de exames laboratoriais para Santa Casa, mas discorda da marcação ser realizada em apenas um dia. “A fila fica enorme. Normalmente o posto tem apenas um ou dois recepcionistas, não é o suficiente para atender a demanda. Precisamos falar para secretária analisar a situação com mais carinho”, comentou.

Dr. Claudio também fez comentários em relação à Saúde. “Uma paciente teve prescrito um medicamento e ao buscá-lo foi informada de que a farmácia não tinha. Ela fez a compra da medicação, um remédio caro. Eram 14 injeções para tomar por sete dias. Ela teve um gasto de quase R$ 300. Porém, quando chegou para aplicar a injeção na UPA foi informada que não precisava ter comprado, pois havia o medicamento ali. Precisamos avaliar esse desencontro de informações. Em um caso como esse a paciente não será ressarcida e foi prejudicada”, questionou.

O vereador José Gabriel sugeriu que estes temas sejam tratados diretamente na reunião com a secretária de Saúde. “Teremos a agenda mensal com ela. Casos como esse precisam ter uma resposta mais rápida ao cidadão. Podemos levar direto a ela. Se enviarmos um pedido de informações demora ao menos 15 dias após chegar à secretaria de Saúde”, comentou.

Na sequência ele também sugeriu que a secretária Kátia Daidone, de Educação, participe de uma sessão da Comissão. “Temos alguns assuntos como entrega de uniformes que aconteceu em algumas escolas e outras não, a falta de professores que está geral nas escolas e a falta de professores substitutos. Enfim, fazer uma análise da pasta da Educação e convidá-la para estar pessoalmente aqui para termos esclarecimentos”, solicitou. O presidente Natanael Ananias deliberou a solicitação.

Composta pelos vereadores Natanael Ananias (presidente), José Gabriel (vice), Antonio Bugalu, Dr. Claudio e Rita Leme, a Comissão volta a se reunir na quarta-feira (28/3), às 9 h, na Câmara Municipal (Praça Hafiz Abi Chedid, 125, Jardim América). Os trabalhos podem ser acompanhados pela internet, no site www.camarabp.sp.gov.br. Também há possibilidade de participar enviando questionamentos durante a sessão para o e-mail (dci@camarabp.sp.gov.br) ou pela página do Facebook da Câmara (www.facebook.com/camarabragancapaulista.

a gente guarda estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação, saiba mais em nossa política de privacidade.

Entendi!