16 de Agosto, 2018

Marcus Valle pede agilidade na remoção de capivaras do Taboão e Santa Helena

Vereador fez o alerta para a remoção de 74 animais, que são hospedeiros primários de carrapatos

O vereador Marcus Valle subiu à tribuna da Câmara Municipal de Bragança Paulista para pedir agilidade na remoção de capivaras dos lagos do Taboão e Santa Helena. Na fala, feita durante a 28ª Sessão Ordinária (14/08), o vereador informou a oferta da associação de moradores do Condomínio Portal de Bragança para ajudar no custeio das roupas exigidas pela legislação federal para os profissionais que terão contato com os animais durante a remoção.

“Em 2011 tínhamos 200 capivaras na cidade e a incidência também era grande em Campinas. Então estourou a questão da febre maculosa e o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) autorizou o abatimento dos roedores. Fizemos uma mobilização em Bragança Paulista e o promotor de Justiça Ricardo Nakahira entrou com uma ação que nos deu o direito de levá-las para Jales, e o direito de proceder da mesma forma, caso voltássemos a ter problemas com capivaras”, explicou.

Valle destacou que reconhece o empenho do secretário Municipal do Meio Ambiente, Alexandro Morais, e manifestou a intenção da Associação de Moradores do Portal de Bragança em contribuir para que a remoção seja feita o quanto antes. “Mesmo com a sentença favorável, são muitas as exigências que devem ser cumpridas. O primeiro passo é ter laudo veterinário e, no momento, o que tem dificultado a ação é a exigência de vestimenta específica para os funcionários que terão contato com o animal durante a remoção. É o custeio desta roupa adequada que os moradores se dispuseram a colaborar”, completou o vereador.

Durante a manifestação, o vereador ainda cobrou ação do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) para melhorias no acesso ao bairro Vista Alegre. “Recebemos um abaixo-assinado de um grupo de moradores, que pede ação urgente para melhorias na iluminação e maior segurança no acesso ao bairro. É uma reivindicação antiga, os acidentes não param, por isso vamos insistir para que algo seja feito, pois os moradores estão inconformados”, pontuou Marcus.

Referência

a gente guarda estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação, saiba mais em nossa política de privacidade.

Entendi!