07 de Junho, 2018

​Marcus Valle alerta para baixo nível da represa Jaguari

Vereador protocolou requerimento à Sabesp, manifestando sua preocupação e sugerindo a promoção de campanhas de conscientização sobre uso da água

O vereador Marcus Valle comentou, na sessão desta terça-feira (5/6), sua preocupação em relação aos níveis da represa Jaguari e do Sistema Cantareira em geral. Segundo Marcus, atualmente a represa conta com 43,38% de sua capacidade. Na mesma data, no ano anterior, os níveis do reservatório chegavam a 73,32%. Diante da situação, o edil encaminhou requerimento à Sabesp, solicitando providências.

“Vemos a represa quase pela metade do nível que estava no ano anterior. Todas estão abaixo, não tem chovido nas cabeceiras. Fiz um requerimento para Sabesp, para que tomem as providências necessárias”, explicou.

No documento, Marcus apresenta os dados do nível da represa Jaguari e recorda a crise hídrica de 2014/2015. “Durante o auge da crise, o referido manancial chegou a níveis extremos de desabastecimento, necessitando inclusive utilizar a reserva técnica, conhecida como ‘volume morto’. A represa se recuperou graças ao retorno das chuvas, aliado a um programa de incentivo à redução do consumo por parte da população”, detalhou.

Com estas informações, o vereador propôs a Sabesp que retome a veiculação de promoção de campanhas de conscientização da população com relação ao consumo consciente. A iniciativa busca impedir que a situação chegue ao caso extremo da crise hídrica.

Outros Assuntos

Marcus também comentou a recente greve dos caminhoneiros e o efeito causado na sociedade. “Percebemos uma série de problemas nessa última semana. Eram pessoas de todas as classes sociais querendo se aproveitar do momento. Uns furavam filas, outros cobravam preços mais caros pelos serviços, esvaziavam mercados sem pensar nos outros. Nossa corrupção tem um componente cultural, não digo que todo brasileiro é corrupto, mas é triste ver isso: pessoas furando fila, gente cobrando mais”, analisou.

O vereador alertou para população tomar cuidado, nesse período de eleição. “Temos que tomar cuidado, a classe politica está sendo satanizada. Tem gente ruim, maus exemplos, mas essa satanização em nome de um salvador é um perigo. Já vimos esse filme antes. Satanizar classe politica só piora as coisas. A corrupção é um problema cultural, desde os índices mais baixos aos mais altos, todos querem levar vantagem”, concluiu.

Referência

a gente guarda estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação, saiba mais em nossa política de privacidade.

Entendi!