06 de Junho, 2018

​Comissão de Finanças é favorável à criação de camelódromo no município

Moção do vereador Ditinho Bueno do Asilo visa concentrar comércio ambulante e popular

A Comissão de Finanças, Orçamento, Obras, Serviços Públicos e Desenvolvimento Urbano emitiu, na manhã desta quarta-feira (6/6), parecer favorável a mais seis matérias. Dentre os projetos debatidos, estava a moção 29/18, que requer ao Executivo estudos visando à implantação de um camelódromo em Bragança Paulista, para concentrar o comércio ambulante e popular.

De autoria do vereador Ditinho Bueno, a proposta foi elogiada pelos demais membros da comissão. A relatora Fabiana Alessandri comentou a importância da iniciativa. “Acho bastante interessante essa moção, espero que seja analisada pelo Executivo e dentro das possibilidades orçamentárias eles possam promover um local que concentre todo esse tipo de comércio com conforto e segurança aos vendedores e frequentadores do ambiente”, disse.

O presidente da Comissão, Sidiney Guedes, comentou ainda o número de comerciantes clandestinos. “Com esse local teríamos uma possibilidade de fiscalização maior, dando mais segurança e legalidade aos vendedores”, encerrou. A proposta teve aprovação unânime e segue agora para análise da Comissão de Educação e Cultura, Esporte, Saúde, Saneamento e Assistência Social, para em seguida ser votada em Plenário.

Outra moção bastante comentada pelos vereadores foi a que propõe a inclusão da carne suína no cardápio da merenda escolar. A moção 28/18 é de autoria da Comissão de Assuntos Socioeconômico e dos vereadores Antonio Bugalu, Beth Chedid e Fabiana Alessandri. “A carne suína é muito nutritiva e saborosa. O cuidado com o suíno mudou muito em relação aos anos anteriores, há um cuidado e uma qualidade muito superior atualmente. Não vejo problema em incluir esse tipo de carne na merenda. Além disso, vai ajudar muito no comércio desta carne em nosso município, toda a cadeia de produtores”, comentou uma das autoras da proposta, Fabiana Alessandri. A moção foi bem aceita e contou novamente com o parecer favorável sendo aprovado por unanimidade. O relator foi o vereador Tião do Fórum.

Tião também foi autor da moção 14/18, que requer estudos visando à concessão de isenção de tarifa de transporte coletivo municipal aos atiradores do Tiro de Guerra, quando fardados, nos horários de ida e volta da instrução. O relator foi o vereador Mario B. Silva.

“Queria cumprimentar o vereador pela inciativa. Essa isenção é uma briga antiga, já fui atirador, lembro-me da dificuldade que era ir para o Tiro de Guerra e ainda dispor da condução. Quero reforçar a sugestão que dei na sessão ordinária de ontem (5/6). Precisamos montar um dossiê para encaminhar ao Executivo todas as propostas da Câmara para a realização do edital para o contrato da nova concessionária que vai operar o transporte público”, disse o vereador Marcolino.

Tião explicou que a reivindicação é um antigo pedido dos comandantes. “Muitas cidades que possuem o Tiro de Guerra já tem essa parceria com as prefeituras. Esse benefício seria para os atiradores que realmente não tem condições de chegar até o local da instrução. Ao total são 100 atiradores, mas pelo estudo do comandante não chegariam a 15 ou 20 que se beneficiariam com a medida”, argumentou.

Seguindo a pauta, foi aprovado o parecer favorável ao projeto de lei 12/18. De autoria do Executivo,a proposta modifica a lei que dispõe sobre a Criação do Conselho e do Fundo Municipal de Segurança Pública. A modificação apenas adequa a nomenclatura do secretário municipal de Segurança e Defesa Civil.

Encerrando a sessão foram aprovados os pareceres favoráveis à moção 20/18, do vereador Ditinho Bueno, que requer estudos para estender o projeto Vivaleite para o interior do Estado, com o objetivo de atender aos idosos e à moção 25/18, do vereador Sidiney Guedes. A proposta solicita que seja enviado à Câmara projeto de lei dispondo sobre a instituição do Programa Dinheiro Direto na Escola, do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).

Composta pelos vereadores Sidiney Guedes (presidente), Fabiana Alessandri (vice), Marco Antonio Marcolino, Mario B. Silva e Tião do Fórum a comissão volta a se reunir na próxima quarta-feira (13/6), às 8h. A sessão pode ser acompanhada presencialmente ou por meio do site www.camarabp.sp.gov.br. Também há possibilidade de participar enviando questionamentos durante a sessão para o e-mail (dci@camarabp.sp.gov.br) ou pela página do Facebook da Câmara (www.facebook.com/camarabragancapaulista).

a gente guarda estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação, saiba mais em nossa política de privacidade.

Entendi!