25 de Maio, 2018

​Beth Chedid alerta para casos de violência contra mulher no município

Presidente da Câmara e vereadoras iniciaram projeto em parceria com outras entidades para discutir o tema com adolescentes e trabalhar a prevenção

Durante sua manifestação na sessão desta terça-feira (22/5), a presidente da Câmara de Bragança Paulista, vereadora Beth Chedid, comentou recente caso de violência contra mulher ocorrido no município. Beth alertou a população para a necessidade de atenção e debate sobre o tema.

A vereadora leu o trecho de uma notícia que detalhava um caso de violência doméstica, ocorrido no bairro Recanto Elizabete, na última semana. Na ocasião, um rapaz de 31 anos espancou a esposa, ameaçou a mãe, além de tentar agredir os guardas civis municipais que atenderam o caso.

“Esse é o triste retrato da violência doméstica em nosso município. Por isso, vereadoras, temos que colocar a mão na massa, trabalhar com nossos jovens para que eles não sejam futuros agressores. Precisamos fazer alguma coisa para que nossa sociedade realmente coíba essa prática abusiva contra mulher. Estamos elaborando um projeto para trabalhar esse tema. É uma triste realidade que temos que mudar em Bragança”, disse.

Beth apurou que, neste caso, a mulher agredida não estava sob proteção do projeto Guardiã Maria da Penha, que prevê medidas protetivas às mulheres vítimas de violência doméstica. “Este era um caso novo. Segundo a Guarda Civil Municipal, somente neste ano já foram realizadas 108 visitas através do projeto”, afirmou.

Outros temas

A presidente também comentou a recente audiência que teve com o secretário estadual de Logística e Transporte, Mário Mondolfo. “Estive nesta audiência com o vereador Ditinho Bueno do Asilo, prefeito Jesus Chedid, vice Amauri Sodré, deputado Edmir Chedid entre outros representantes de Bragança para cobrar o cumprimento da promessa que foi feita pelo governador Geraldo Alkmin sobre a duplicação da SP-08 entre outras melhorias para Bragança e região. O governo foi transferido para Mário França e o ônus da promessa também. Acredito que o governador pode realizar isso sim”, comentou.

Outro tópico apresentado pela vereadora foi inauguração do Barracão Industrial e Central de Processamento de Mel - Central Apícola, localizado no Ceasinha – Centro de Abastecimento de Bragança Paulista, no Jardim da Fraternidade. “Quando a Administração assumiu havia apontamentos do Ministério da Agricultura sobre o convênio para realizar estas obras. Os apontamentos tratavam da devolução de uma verba de aproximadamente R$ 400 mil para o Governo. Acompanhei a angústia da secretária de Agronegócios, Gislene Bueno, para que isso não ocorresse. Felizmente, ontem (21/5), tivemos a inauguração desse espaço, salvando o município dessa devolução e garantindo melhorias nas condições de trabalho dos apicultores e também para toda população”, comentou.

Referência

a gente guarda estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação, saiba mais em nossa política de privacidade.

Entendi!