07 de Outubro, 2021

​Comissão de Saúde recebe o secretário Municipal de Educação

Além da visita, quatro moções foram debatidas na 36ª sessão semanal

A Comissão de Educação e Cultura, Esporte, Saúde, Saneamento e Assistência Social recebeu, na quarta-feira (6/10), durante a 36ª sessão semanal, o secretário Municipal de Educação de Bragança Paulista, Adílson Condesso. Os vereadores aproveitaram o encontro para tirar dúvidas na área da educação e levar demandas dos munícipes. O chefe Especial de Gabinete, Mauro Garcia, e o líder do prefeito na Câmara, Marco Antonio Marcolino, também participaram da Comissão.

Entre os assuntos tratados, o secretário adiantou que para o próximo ano serão 10 as escolas municipais com ensino integral. Para 2022, ele disse que estão estudando para ter pelo menos duas unidades que ofereçam Ensino Infantil 4 e 5 integral. “Queremos descentralizar as unidades. Por isso as novas unidades serão no Toró, no São Miguel, no Iguatemi/Green Park”, disse Adílson Condesso.

O secretário também explanou um pouco sobre o ensino ambiental na rede municipal, a pedido do vereador Marcos Roberto. Questionado pelo vereador José Gabriel Cintra Gonçalves, Adílson Condesso falou sobre as obras em escolas municipais que estão em andamento e que devem começar em breve.

A Comissão também deu parecer favorável a três moções e uma moção teve parecer pela normal tramitação. Ismael Brasilino assina duas das matérias em pauta. A moção 120/21 manifesta apoio ao projeto de lei 520/2021, de autoria da deputada estadual Janaina Paschoal, que concretiza a absoluta prioridade para a saúde das crianças, mediante a garantia de atendimento por pediatra, seja no âmbito dos atendimentos feitos pelas equipes de Saúde da Família, seja nas Unidades Básicas de Saúde. O relator foi o vereador José Gabriel Cintra Gonçalves, pela aprovação.

Já a moção 121/21, que trata de apoio ao projeto de lei 46/2021, de autoria do deputado estadual Tenente Coimbra, que dispõe sobre a anistia das multas administrativas aplicadas pelo Poder Público aos estabelecimentos comerciais por conta do enfrentamento à Covid-19 em todo o Estado de São Paulo, teve parecer pela normal tramitação. O relator foi a vereadora Camila Marino da Saúde.

Os vereadores aprovaram por unanimidade o parecer favorável à moção 122/21, da vereadora Missionária Pokaia. A matéria solicita que as escolas da rede municipal instituam o programa Criança Segura. A relatora foi Rita Leme. A moção 125/2021, da vereadora Camila Marino da Saúde, que requer estudos visando o envio a essa Casa de projeto de lei dispondo sobre o funcionamento de empresas do ramo de recepção de sucatas ou ferro velho (reciclagem), desmanche, comércio de peças usadas, triagem de resíduos e congêneres, foi relatada por José Gabriel Cintra Gonçalves e teve aprovação por unanimidade.

A Comissão é composta pelos vereadores José Gabriel Cintra Gonçalves (presidente), Rita Leme (vice), Camila Marino da Saúde, Eduardo Simões e Marcos Roberto dos Santos, e volta a se reunir na quarta-feira (13/10), às 9h. As atividades podem ser acompanhadas de forma presencial no Auditório da Casa, conforme critérios estabelecidos no Plano São Paulo para a retomada das atividades, no site da Câmara (www.camarabp.sp.gov.br), no canal do Youtube (www.youtube.com/camarabraganca), e na página do Facebook (www.facebook.com/camarabragancapaulista).