07 de Julho, 2021

​Camila Marino da Saúde comenta índices positivos da vacinação em Bragança

Vereadora trouxe números e cumprimentou os trabalhadores pela dedicação

A vereadora Camila Marino da Saúde declarou, nesta terça-feira (6/7), que Bragança Paulista vacinou contra a Covid-19 62,2% da população elegível. Estes números, segundo ela, se referem à 1ª dose. Já a 2ª dose atinge 20% da população. As informações foram dadas durante a 23ª Sessão Ordinária do Legislativo.

“Essa é uma informação muito importante que quis trazer para vocês. Além disso, Bragança antecipou o agendamento para vacinação da faixa etária de 37 anos. Então, mais uma vez, gostaria de agradecer a toda Secretaria Municipal de Saúde, aos profissionais da área, ao Governo do Estado, enfim, a todos que estão empenhados no combate deste vírus letal”, disse.

Ainda sobre a Covid-19, a vereadora desmentiu a notícia de que Bragança teria aplicado doses da vacina Astrazeneca com data de validade vencida. “A Prefeitura já soltou uma nota, juntamente com a secretária de Saúde, Marina de Oliveira, esclarecendo essas dúvidas. Peço apoio dos colegas para propagar essa informação”, disse.

Camila seguiu tratando de temas da Saúde, comentando recente reunião com o deputado federal Herculano Passos e deputado estadual Edmir Chedid. “Na última sexta-feira estivemos juntos na Santa Casa de Misericórdia, em reunião para tratativas de mais emendas para esta instituição filantrópica que está sendo um local muito importante para recuperação dos pacientes de Covid e demais patologias. Juntando estes dois deputados, eles destinaram à Santa Casa R$ 1.272.923,00. Destes valores, R$ 440 mil foram destinados para custeio e R$ 832 mil para aquisição de equipamentos. Vale ressaltar também que o hospital de campanha, com 30 leitos, continua sendo custeado pelo Governo do Estado e isso é de suma importância para o município para recuperação dos pacientes infectados pela Covid-19”, informou.

Encerrando sua manifestação, a vereadora registrou a importância do Julho Amarelo, mês que remete a conscientização sobre o câncer e hepatites virais.