Claudio Moreno entra com representação contra empresa Nossa Senhora de Fátima
18 de Novembro, 2020
Vereador cobra devolução dos créditos do cartão VAI de bilhetagem eletrônica

O vereador Claudio Moreno anunciou na tarde desta terça-feira (18/11) que protocolou representação contra a empresa Nossa Senhora de Fátima Auto-Ônibus Ltda solicitando o reembolso imediato do crédito tarifário do cartão VAI. Em sua fala na 42ª Sessão Ordinária, Claudio exibiu vídeo explicando os procedimentos adotados e solicitando apoio dos usuários para que se somem à representação.

“Tentei através de convencimento, sugerindo através da Câmara por várias sessões e, até agora, a diretoria da empresa Nossa Senhora de Fátima não fez a devolução dos créditos. Então trago agora a representação que protocolei com o promotor Ricardo Zampieri, responsável pelo direito do consumidor. Propomos que ele entre com causa contra empresa, para que devolvam imediatamente o dinheiro de quem utiliza cartão de transporte VAI”, informou.

Claudio explicou que como a empresa não é mais a concessionária responsável pelo transporte público eles não podem ser convocados pela Câmara para comparecer a comissões permanentes. “Nesse caso, vamos convidar o secretário de Mobilidade Urbana, Rogério Crantschaninov, para que explique a forma com que o Executivo tem tratado do caso”, disse.

Com a mudança da concessionária responsável pelo transporte público, os usuários que ainda possuíam créditos com empresa Nossa Senhora de Fátima puderam solicitar o reembolso. Após preencher documento com esse intuito, a empresa se comprometeu com a devolução em 15 dias, mas muitos casos seguem sem respostas. O vereador contou que a Prefeitura entrou com processo para garantir que a empresa informe dados de todas as pessoas que tem direito de receber o saldo e os valores de cada um.

“Para fortalecer a representação protocolada peço que você que ainda não recebeu o crédito me envie uma foto do documento através do whatsapp no meu número 99725-1021. Vamos anexar este documento e encaminhar à promotoria”, disse Claudio. Até o momento cerca de 50 reclamações foram recolhidas pelo vereador.

“Faço esse apelo à empresa: devolvam o dinheiro das pessoas que usavam o cartão VAI. Peço que façam esse planejamento, divulguem de forma séria, mandem e-mail, avisem as pessoas. Os contatos eles já possuem. Faz quatro sessões que repito esse assunto”, cobrou.